Temas grátis: vantagens e desvantagens

Design & Programação escrito por

Ok, este é o MetaBlog do xCake Blogs, empresa que faz temas de blogs WordPress, mas não é este o motivo deste post. Até porque o xCake não é a única empresa que faz temas para WordPress, então se este post fosse publicitário seria de todas as empresas que fazem temas WP, né? Ocorre que temas gratuitos podem ter um detalhe que é muito importante, mas geralmente desconhecido. Este detalhe é a motivação deste post, mas vamos por partes.

Vantagens

1. É grátis

Esta é, obviamente, a grande vantagem dos temas gratuitos. E sim, há temas grátis que são muito bonitos.

A segunda vantagem… Bem, confesso que não vejo nenhuma outra vantagem nos temas frees.

Desvantagens

1. Não é personalizado

Justamente porque o tema é grátis centenas de outros blogs usam o mesmo tema que você escolheu. Não há identidade de marca, ou seja, seu blog não tem identidade, ele fica perdido na websfera entre tantos outros blogs com tema igual ao seu.

2. Possíveis associações perigosas

É consequência da falta de personalização. Seu blog bacana sobre cinema usa o mesmo tema que, por exemplo uma plagiadora de receitas, ela é descoberta e a websfera fica conhecendo o tema porque acessa pra cobrar correção dos créditos, portanto ao entrar no seu blog irão acabar lembrando da plagiadora. Mesmo que você não tenha nada a ver com ela, é inevitável: a associação mental acontece e cria, ainda que inconscientemente, desconforto para com seu blog.

3. Não há suporte

Se algo der errado na implementação do tema, você não tem a quem recorrer – e isso é uma tremenda dor de cabeça para quem pouco ou mesmo nada sobre programação. Se houver problema na hora de atualizar a versão do WordPress (e sempre virão novas versões e você deve atualizar por medidas de segurança), novamente você terá que se virar sozinho.

4. Códigos sujos e/ou maliciosos

Não é só o excesso de plugins que pode tornar o blog lento, códigos sujos também são vilões no carregamento da página. Código limpo é importante, mas não é isto que vemos em grande parte dos temas gratuitos.

Mas o pior mesmo são os códigos maliciosos: há temas que escondem black hat, técnicas de SEO questionáveis do ponto de vista ético. E o black hat é feito para favorecer o autor do tema e não você, evidente, mas em caso de punição seu blog também sofrerá as consequências. É esta a motivação para este post: alertar sobre códigos maliciosos.

Soluções

1. Tema personalizado

A primeira alternativa é comprar um tema exclusivo, claro, afinal assim você resolve tudo de uma vez só: código limpo, sem black hat e personalizado. Esse serviço não precisa acabar com seu orçamento e muito menos ser pago de uma vez só, então antes de descartar a possibilidade sugiro que pesquise preços e condições de pagamento com profissionais de sua confiança, que você sabe que não irão colocar códigos maliciosos no seu blog.

2. Pesquise sobre programação e SEO

Se realmente não for possível encomendar um tema exclusivo, invista tempo para aprender um pouquinho sobre programação e personalize pelo menos alguns detalhes do tema: você pode trocar o background, ícones e cores, por exemplo. Estude também sobre SEO, quais técnicas são aceitas ou não pelos mecanismos de busca e verifique se o código do seu tema está ok.

3. Temas da plataforma

Dê preferência aos temas disponíveis na própria plataforma do seu blog, tanto o WordPress quanto o Blogger têm temas disponíveis em suas galerias. Não dá pra garantir que estes temas vão funcionar perfeitamente, especialmente após atualizações da plataforma, mas são mais seguros com relação a black hat. O problema é que, embora sejam temas mais seguros, também são os mais utilizados, ou seja, milhares de blogs usam o mesmo tema que você.