SEO, esse desconhecido

SEO escrito por

Quais suas estratégias preferidas para aparecer bem posicionado nos resultados das buscas? Ou você nem imagina o que precisa fazer para alcançar uma boa colocação nos buscadores? Então vem comigo, que hoje o tema é SEO!

Mea-culpa: falamos pouco de SEO por aqui, eu sei. Em minha defesa, digo que é porque em tantos anos observando a websfera pude comprovar que quando um blogueiro faz direitinho a lição de casa ele acaba por alcançar um bom posicionamento nos sites de busca.

Mas o que é a lição de casa? Basicamente tudo que viemos tratando neste Metablog. De planejamento a produção de conteúdo, passando por ferramentas úteis e cuidados com Direitos Autorais. Sem esquecer, é claro, de não cometer as práticas inaceitáveis. Quando você faz tudo direitinho, o Google vai encontrar seu blog e, se você continuar com as boas práticas, seu posicionamento vai melhorando gradativamente.

Existem meios desse processo ser mais rápido? Sim, mas alguns são totalmente questionáveis. Além disso, utilizando-se deste tipo de recurso o Google acabará por punir seu site e pronto: não é que você vá ficar mal posicionado, é que você não vai alcançar posicionamento algum, vai ser banido dos resultados das buscas. Então eu pergunto: adianta usar estratégias de caráter duvidoso? Acredito que você concorde comigo: não, não vale a pena.

Em palavras simples, estratégias de SEO servem para fazer com que seu site apareça bem posicionado nos mecanismos de busca. Quem é que não sonha em aparecer no topo da primeira página de resultados do Google para buscas do seu nicho? Mas vamos ser honestos? Esse tal SEO às vezes parece algo muito complexo, afinal de contas ele envolve diretamente os códigos de programação, uma linguagem complicada para a maioria de nós.

Então, ao invés de assustar todo mundo com isso, procurei mostrar boas práticas, que mesmo quem não entende de SEO pode fazer, pois sei que seguindo-as os bons resultados nas buscas virão como consequência. Por exemplo: quando você segue dicas para criar títulos dos seus artigos, por mais simples que as dicas sejam, elas irão influenciar os resultados nas buscas. Tudo que você fizer para produzir bom conteúdo irá interferir no posicionamento do Google.

Confesso que, não sendo programadora, não entendo em detalhes como os robôs do Google trabalham para localizar seu site, o conteúdo dentro dele e levar isso para os resultados nas buscas. São diversos algorítimos que conseguem, por exemplo, identificar qual texto é o original e qual é o plágio – nem preciso dizer qual é o link que o Google privilegia e qual ele pune, né? Imagina em que velocidade esses algorítimos trabalham? Você digita algo na caixa de busca e em segundos os resultados aparecem, é uma engenharia bem sofisticada.

Então, se você também não entende todos os detalhes dessa engenharia, calma: não significa que você vai ficar fora do Google. Siga as boas práticas, seja criterioso com seu conteúdo, enfim, faça o dever de casa direitinho. Talvez o Google não coloque você na primeira página de resultados tão rapidamente quanto o site de alguém que entende mais de SEO, mas você também vai chegar lá.

Acompanho muitos metablogs, mas quando se trata de coisas mais específicas, particularmente sempre procuro primeiro os especialistas. No caso de SEO, minha referência é o MestreSEO: é o primeiro lugar que vou para tirar dúvidas sobre como fazer para que meu conteúdo seja mais amigável aos robôs do Google. Aliás, o que eu acabei de fazer – um link para um site – é uma das maneiras de tornar um site melhor posicionado: quando um site começa a receber links de outros blogs, os robôs entendem que aquele site é confiável e tem um conteúdo de qualidade. Não que os maiores especialistas brasileiros de SEO precisem do meu humilde link, é claro (risos).

E como você consegue que outros sites façam links para você? Em primeiro lugar, oferecendo bom conteúdo. Em segundo, fazendo uma divulgação inteligente do seu site. Links internos também ajudam – e este foi o primeiro artigo aqui do Metablog que fala de SEO: Links internos ou externos?. Atualizações constantes também.

Claro que é bom conhecer algumas estratégias – como a dos links internos e externos, por exemplo. Só que um site não vive só de estratégias de SEO – e isso eu pude ver na prática, tanto em outros blogs que já administrei como também em blogs e sites de amigos e conhecidos. Já vi sites bem otimizados que morreram porque não tinham conteúdo de qualidade e viviam basicamente de copiar conteúdo alheio. E também já vi blogs em que o blogueiro não entendia nada de SEO, mas perseverou nas boas práticas, trabalhou arduamente na divulgação e primou pelo conteúdo – e conseguiu que os robôs o encontrassem e o posicionassem bem.

Repito: se você não entende muito de SEO, não precisa se desesperar. Vamos seguir buscando fazer sempre o que é ético, sem copiar conteúdo alheio, fazer links direitinho, divulgar corretamente nossos blogs. Porque, no fim das contas, por mais que o SEO nos ajude a chegar num bom posicionamento no Google, é nosso trabalho diário blogando com qualidade que nos mantém bem posicionados.

Se você tem dúvidas sobre o que é o certo a fazer ou como fazer alguma coisa, se precisa de ajuda para encontrar um plugin, etc, venha conversar com a gente. Se a dúvida for breve/específica, a gente responde nos comentários, mas se for algo mais abrangente e que possa ajudar outros blogueiros, pode virar post. Então agora é com você, os comentários estão abertos como sempre, prontos para receber você. =)