O que é mídia kit?

Monetização escrito por

Quando pretendemos monetizar nossos blogs, o mídia kit é essencial. Mas o que é isso? Qual sua importância? Que informações ele deve ter? E o formato? Vem comigo que hoje o post é justamente sobre o tão falado mídia kit. :)

O que é mídia kit?

A publicidade “tradicional” nós já conhecemos: comerciais de televisão, anúncios impressos (revistas, jornais, etc), mídia externa (outdoors, mobiliário urbano, etc). Com a internet, uma nova gama de opções surgiram, entre elas a publicidade em blogs: banners, publieditoriais, etc.

Antes de prosseguirmos, um alerta: publieditoriais não identificados como tal, ou seja, que o blogueiro não avisa claramente que se trata de um publieditorial, são proibidos por lei e portanto passíveis de punição pelo CONAR. Os publieditoriais não são proibidos, mas faça-os da maneira correta para não ter problemas jurídicos.

Continuando: se queremos oferecer espaço dos nossos blogs e sites para publicidade, precisamos informar aos anunciantes não apenas os preços que queremos aplicar, mas também informações que os façam identificar nossos espaços digitais como interessantes para as marcas. Esse documento, com as informações necessárias aos anunciantes, é chamado mídia kit – ou media kit, como preferir.

Qual a importância do mídia kit?

Vamos nos colocar no lugar da marca que quer anunciar em blogs para entender o que ela precisa. Imagine que você tem uma empresa e que seus consumidores e/ou clientes são pessoas que gostam de ler e acompanhar blogs. Mas nesse universo gigantesco de blogs, como saber quais são lidos pelo seu público-alvo? Dentre os blogs que interessam para sua marca, que formato de publicidade eles oferecem? Qual o valor dos anúncios?

É para isso que serve o mídia kit: ele tem as informações relevantes para o anunciante decidir se seu blog é ou não interessante para a marca dele, que formatos você oferece e todas as demais informações relevantes que listaremos a seguir. O mídia kit é a porta de entrada para anunciantes, tê-lo em seu site significa dizer, para as marcas, “ei, estou interessado em veicular sua publicidade, venha conversar comigo”.

Que informações o mídia kit deve ter?

As informações citadas a seguir são básicas, importantes para qualquer mídia kit, mas é claro que você pode detalhar mais os tópicos que considerar mais relevantes, bem como inserir novos itens que julgar adequados.

1. Conceito/Introdução

Antes de qualquer coisa, apresente seu blog: do que ele trata/qual o nicho? Há quanto tempo está no ar? Quem é o autor? Qual a trajetória do blog e do autor? Que prêmios o blog já recebeu? Também é importante fazer uma introdução básica sobre o perfil do seu público, até mesmo para atrair a atenção dos anunciantes que iniciarem a leitura do seu mídia kit. Além disso, blogueiros com mais experiência podem já ter acumulado mais prêmios e serem mais conhecidos, então se for o caso você pode dividir esse tópico em itens menores, para facilitar a leitura.

2. Uma explicação simples sobre porquê anunciar em blogs

Pesquise, escreva, reescreva. Faça isso tantas vezes quantas forem necessárias, afinal se você mesmo não estiver convencido de que anunciar no seu blog é um bom negócio, não vai ser o anunciante que irá acreditar no potencial do seu site.

3. Dados estatísticos mensais

“São Google”, com suas ferramentas incríveis, é a salvação: o Analytics, com suas inúmeras ferramentas de análise, entrega para você todas as estatísticas que você precisar, como pageviews e visitantes únicos. Número de assinantes do feed também é importante. Se você disponibilizar seu perfil no Twitter e a fanpage do site para publicidade, também deve colocar estatísticas desses canais.

4. Perfil dos leitores

Aqui você pode lançar mão de mais uma das ferramentas do Google (criar um formulário de pesquisa) ou mesmo utilizar plugins para WordPress. Ok, você tem uma ideia geral sobre seus leitores, mas é importante colocar isso em números: faixa etária, escolaridade, gênero, distribuição geográfica, etc. Quanto mais completa for sua pesquisa sobre o perfil do seu público, melhor.

5. Formatos disponíveis e respectivos valores

Em que posições do layout você tem espaço para banners? De que tamanhos? Qual o valor de cada um? A exposição e o custo são semanais ou quinzenais?

No caso de publieditoriais, qual o valor para publicação de textos que forem criados por você e qual o valor para textos que já vierem prontos? No caso de conteúdo criado por você, fará apenas o texto ou fotos e vídeos também? E qual o número mínimo de caracteres dos textos que serão criados por você?

Dá para colocar banner no seu feed? Você também disponibiliza para publicidade seus perfis em outras redes (Twitter e fanpage do site)? Aceita receber exemplares dos produtos da marca para testar e resenhar? Aceita participar de eventos para divulgar seu anunciante (ir em eventos com a camiseta dele, por exemplo)?

Pense em todas as possibilidades, defina como cada uma delas vai funcionar e também os valores de cada ação, tudo isso deve estar no seu mídia kit.

6. Contato

Se você quer veicular publicidade em seu site, é claro que você precisa facilitar o contato dos anunciantes. Coloque seu e-mail e link para o formulário de contato do site. Na minha opinião, e-mails são mais seguros até mesmo para ter toda conversa/negociação registrada, mas se julgar adequado pode colocar telefone também (lembre que seu mídia kit estará disponível na web para qualquer um que quiser acessar, portanto colocar seu telefone residencial não me parece uma boa opção). Não é obrigatório, mas pode ser interessante colocar também os links para suas principais redes sociais, como Twitter e Facebook.

Que formato o mídia kit deve ter?

O mais utilizado é o PDF divulgado em página estática: você elabora um texto básico (pode ser o mesmo usado no conceito/introdução do seu mídia kit) e publica em uma página, colocando também o link para download do arquivo em PDF. Outra opção é fazer apresentação com slides (com o SlideShare, por exemplo) e colocar numa página estática.

O mais importante é que o mídia kit esteja completo, bem escrito, com as informações organizadas e visualmente bem apresentadas, além de visível no site. Vale colocar as informações estatísticas e afins disponíveis no próprio blog, mas deixar os valores apenas no arquivo em PDF ou nos slides.

Exemplos de mídia kit

São só para inspirar você e ajudá-lo a lembrar de todas as informações relevantes ao seu caso específico – não vale copiar!

Se você já coletou todas as informações necessárias para o mídia kit, mas não sabe muito bem como formatá-lo e deseja um layout melhor elaborado, o xCake pode fazer o design para você. Só não vale descuidar do seu conteúdo, pois blog sem leitores não atrai anunciantes. ;)

2 Comentários em O que é mídia kit?

  1. jonas klein em abril 12, 2013

    Olá o seu artigo esta ótimo, você realmente conseguiu explicar com perfeição e de forma simples, e fácil de entender, como deve ser o mídia kit de um blog.

    Um grande abraço

    1. Lis Comunello em abril 14, 2013

      Obrigada, Jonas! :)