Dicas para melhorar seu blog

Planejando seu blog escrito por

O post de hoje é um check-list com dicas fáceis de colocar em prática, mas que fazem uma diferença enorme na qualidade do seu blog. Vamos lá? :)

Work in progress.

Imagem: JD Hancock, em CC-BY-2.0.

 

 1.  Atualize ou crie a página Sobre

É muito importante que seus leitores saibam do que se trata seu projeto e quem você é. Não é necessário entrar em muitos detalhes sobre sua vida pessoal, mas colocar as informações relevantes sobre o autor e o blog. Se você ainda não tem uma página Sobre, é hora de fazer. Se você já tem, é sempre bom revisá-la de tempos em tempos para que esteja sempre atualizada.

 

2. Disponibilize assinatura de feed/RSS

Se o seu blog ainda não tem feed, está mais do que na hora de ter. A maneira como as pessoas utilizam a web está sempre mudando e com uma oferta cada vez maior de blogs e sites interessantes queremos sempre acompanhar mais e mais blogs. Mas na correria do dia-a-dia não temos tempo de entrar de blog em blog para ver as atualizações, portanto priorizamos blogs que oferecem feed – você precisa oferecer para fidelizar leitores.

Não sabe o que é feed? Temos dois posts para lhe ajudar: O que é feed/RSS e como utilizá-lo – Parte 1, para entender o que é feed e a Parte II, com um tutorial para você criar um feed para seu blog.

 

3. Informações de contato fáceis de encontrar

Sim, seu blog tem caixa de comentários e as pessoas podem usar esse espaço para mais do que comentar seus posts. Entretanto, dependendo do assunto que desejem tratar com você, talvez as pessoas não se sintam tão a vontade para falar nos comentários. Exemplos? Empresas interessadas em anunciar no seu blog, alguém interessado em lhe oferecer parceria (cuidado: só é parceria se há bônus para todos os envolvidos, não se deixe enganar!) ou até mesmo convites para trabalhos.

 

4. Revise posts antigos

Geralmente é assim: escrevemos e revisamos, mas, depois de deixarmos o texto de lado por um tempo, ao reler encontramos várias coisas que podem ser ajustadas, como pontuação, uso repetido de palavras, conseguimos enxugar mais o texto, etc. Isso acontece porque nas leituras feitas logo após a escrita nosso olhar está viciado, por termos acabado de escrever lemos já sabendo o que vem na frase seguinte e assim, mesmo sem perceber, às vezes lemos “pulando” pequenos trechos, fazemos uma leitura mais por alto do que deveríamos. Então a melhor maneira de revisar é depois de deixarmos o texto de lado por um tempo, reler quando já não estamos mais com ele fresco na cabeça. Além disso, ao revisar post antigos podemos, ao mesmo tempo, revisar também a taxonomia e reorganizar as categorias de acordo com as mudanças taxonômicas que você foi fazendo no decorrer do tempo.

 

5. Responda os comentários

Isso é muito importante, inclusive temos um post exclusivamente para falar sobre isso: Blogueiros devem responder todos os comentários recebidos?. Resumindo:

  • Ninguém gosta de ser ignorado, inclusive seus leitores.
  • Analisando os comentários você pode identificar quais são os assuntos que mais geram interesse e, assim, investir mais nesses conteúdos.
  • Há exceções: na minha opinião (e na de uma parcela significativa de blogueiros) não devemos dar muita conversa para trolls e haters. A intenção deles é tumultuar e estressar o blogueiro, portanto quanto menos atenção ele tiver, mais cedo se cansará e irá embora.

 

6. Limpe e atualize a sidebar

É comum usarmos a sidebar para colocar selos e banners de campanhas que participamos e/ou apoiamos, links de parceiros e tantas outras coisas. Mas campanhas muitas vezes acabam, parcerias são encerradas, etc, e assim elementos vão se tornando apenas poluição na sidebar. Faça uma faxina de tempos em tempos e retire tudo que já não tem mais função na sidebar.

 

7. Limpe e atualize os plugins

Se você é blogueiro, já deve saber que excesso de plugins é uma das causas de carregamento lento das páginas. Instalamos tantas coisas e com o tempo muitas delas vão se tornando obsoletas, como foi o caso do Google Friend Connect: um plugin muito útil, mas que foi desativado pelo Google. E aí não há mais sentido em deixar o plugin instalado, certo? Ou o plugin pode até existir ainda, mas já não é realmente útil para você – desinstale sem dó, seus leitores agradecem a boa velocidade de carregamento do seu blog.

Além disso, plugins desatualizados podem afetar a segurança do seu blog. Portanto esteja sempre atento aos avisos de atualização e as faça rapidamente nos plugins que você mantiver instalados.

 

8. Faça uma avaliação do seu blog

Quais são seus pontos positivos? E os negativos? Não vale mentir para si mesmo: todo blog tem pelo menos um ponto negativo, reconheça-os para poder resolvê-los. Já os pontos positivos não devem ficar de lado apenas porque já são pontos fortes, cuide bem deles para que não aconteça de, um belo dia, você perceber que seus pontos fortes ficaram para trás.

 

Ufa, oito dicas! Mas são fáceis de executar, concorda? Não vale cometer o maior pecado de um blogueiro, hein? ;)