A volta das newsletters

Ferramentas úteis Promovendo seu blog escrito por

Na verdade não é exatamente algo novo, mas esse tipo de newsletter do qual vamos falar ainda não é amplamente utilizado, portanto para muitos é novidade. Vem cá que eu explico direitinho. :)

Imagem:  Jlhopgood, em CC BY-ND 2.0.

Imagem: Jlhopgood, em CC BY-ND 2.0.

 

O que é newsletter?

É uma mensagem distribuída por email para quem assinar desejando receber o conteúdo proposto pelo site em questão. Isso não é novidade, você já conhece esse serviço. O que talvez seja novo para você é uma das modalidades que estão sendo utilizadas. Mas vamos por partes.

 

Newsletter como feed por email

Feeds por email não são mais novidade, o assinante recebe os posts publicados no blog. Ao invés de assinar o feed, ele recebe os posts por email, simples assim – e todo blog deveria oferecer esse serviço. Nós temos, acesse nossa página e confira a sidebar para assinar nosso feed por email ou, se preferir usar algum agregador, basta copiar esse link para seu leitor de feeds. :D

 

Newsletter como feed personalizado

A diferença desta newsletter para a anterior é que, aqui, você prepara algo mais elaborado. É possível personalizar o layout da newsletter para deixar com a mesma identidade visual do blog e, ao invés de ir o post inteiro como no formato anterior, é bacana escrever um texto indicando quais os posts mais interessantes da semana ou do mês. É um serviço interessante especialmente para quem publica vários posts por semana, afinal nem todo mundo gosta de assinar o feed via agregador quando se trata de blogs que publicam bastante.

 

Newsletter como emails pessoais

Aqui sim temos algo novo: o blogueiro envia um email com jeito de email mesmo, é mais pessoal, como se fosse uma carta para amigos. A newsletter pode oferecer conteúdo complementar ao blog ou nem tanto – mas sempre deve aproveitar para linkar posts do blog, afinal qual blogueiro não quer mais pageviews? ;)

Esse tipo de newsletter é uma forma mais pessoal e intimista de conversar com os leitores mais fiéis e realmente interessados no que você tem a dizer. Um ótimo exemplo é a newsletter da Aline Valek, que você pode assinar aqui. E um exemplo que foge à ideia de conteúdo complementar ao blog é o Alessandro Martins: ele é editor do Livros e Afins e a newsletter dele não é só pessoal, é bem íntima – e nada tem a ver com o blog atual dele. Acontece que o Alessandro tinha outro blog, mais pessoal, e também publicava impressões pessoais em seu perfil no Facebook, é para o público do blog pessoal e assinantes do seu perfil que ele criou a newsletter. Porém, é claro que você não precisa fechar seu blog caso queira fazer uma newsletter tão intimista quanto a dele, você pode manter seu blog e também ter uma newsletter íntima sem nenhum problema, continuará sendo mais um canal para você linkar posts do seu blog quando eles encaixarem no conteúdo da newsletter.

 

Você já conhecia esse novo tipo de newsletter? O que acha delas? Quais você assina? Vamos compartilhar, conteúdo bacana tem que ser divulgado. :)